Interestelar: Um filme de ficção científica longe da ficção!

Se você é fã de filmes científicos com certeza já assistiu ao atual filme Interestelar. Se não assistiu, assista e volte aqui depois, pois o post contém alto conteúdo “spoilártico” sobre o filme.

interstellar

Calma, clique aqui e continue lendo!

The Big Bang Theory fazendo ainda mais pela ciência

Quem não conhece TBBT poê o dedo aqui, que já vai fechar(ui!). Massa, agora vaza!

Uma das melhores séries dos últimos tempos, que favorece o mundo nerd e esfrega muita ciência na sua cara, resolveu contribuir mais ainda.

Chuck Lorre resolveu criar uma bolsa de estudos de 4 milhões de dólares para estudantes menos privilegiados e contou com a contribuição de todos os atores da série.

O fundo vai para 20 alunos de baixa renda que estão ingressando em ciência, tecnologia, engenharia e matemática na UCLA este ano, garantindo que seus talentos sejam limitados somente por suas ambições e não por suas contas bancárias.

1059_the_big_bang_theory

Boa!

Fonte: LA Times

PS: Enquanto isso nosso governo dá um furo desses.

 

 

Mulher conhece o homem que recebeu o rosto de seu irmão

Crédito: University of Maryland Medical Center.

Crédito: University of Maryland Medical Center.

Yep! That is it! Um cara fez um transplante de rosto e conheceu a irmã do doador!!

A primeira coisa que me veio a cabeça foi aquele filme bem ruim do Nicolas Cage, “A Outra Face”.

Se liga na história, Richard Norris levou um tiro no rosto(dafuq?) a 15 anos atrás, que ficou desfigurado, como podem ver na primeira imagem.

Durante vários anos Richard, devido a sua condição, ficou depressivo e tentou se matar várias vezes. Até que um dia Joshua, irmão de Rebekah, faleceu, e sua família resolveu doar o rosto do rapaz.

A partir daí, Richard passou por uma cirurgia de 36 horas onde reconstruíram sua mandíbula, dentes, língua e pele, que permitiu que ele sorrisse e mostre algumas expressões.

Assista ao vídeo do encontro(narrador creep detected):

Fonte: ifls

Mars One: A Bazinga da Ciência

O PROJETO

Mars one, esse é o nome da organização sem fins lucrativos fundada pelo empreendedor e engenheiro mecânico holandês Bas Lansdorp (vulgo Juscelino Kubitschek da atualidade), que tem como objetivo levar 24 pessoas para colonizar o planeta Marte a partir do ano de 2026. Assim como JK, o holandês audacioso quer realizar tal feito que demanda bastante progresso em termos tecnológicos em poucos anos de realizações. Além disso, Bas Lansdorp pretende arrecadar os lucros necessários para a viagem por meio de um reality show para todo o planeta.

Saiba mais: Projeto Mars One

Imagem da colônia humana em Marte do projeto Mars One.

Imagem da colônia humana em Marte do projeto Mars One.

Calma, clique aqui e continue lendo!

Timelapse: O fim da trilha

Ahhh timelapses, vocês são paixão garantida no coração da internet, principalmente quando apontam para o céu.

Este é um dos melhores que vi este ano, para olhos treinados temos satélites geosíncronos, o que parece um lançamento de foguete aos 2:48, um meteoro aos 3:20 e um momento WOW!  com uma incrível tempestade aos 1:20. 😮

Randy Halverson é um astrofotógrafo que pelo jeito sabe que timelapse é sucesso garantido, sim tem outros dele no site do projeto DAKOTALAPSE.

Não sei vocês, mas não consegui piscar enquanto assistia.

Fonte: Bad Astronomy

Onisciência

Crédito: umsabadoqualquer.com.br

Onisciência é a capacidade de saber tudo infinitamente (ad infinitum), incluindo pensamentos, sentimentos, vida, passado, presente, futuro, e todo universo, etc.

A onisciência é um conceito vastamente aplicado nas artes, como na literatura e em produções cinematográficas.

Na maioria das religiões monoteístas esta habilidade extraordinária e não experimentável é tipicamente atribuída a um único Deus supremo, onde o conceito da onisciência se mantêm tradicionalmente como uma verdade absoluta (i.e no cristianismo no islamismo e no judaísmo). Mas gera muitas discussões, como por exemplo, o fato de Deus saber exatamente o que fará implica que ele não tem poder para decidir seu próprio futuro, e se o tivesse, sua onisciência sobre o futuro estaria comprometida.

Fonte: wikipedia